Gotas de poesia Poesia &Vida

25 de janeiro de 2020 Off Por Pedro Taunay Graça Couto

poesias, a poesia é

– é como a boca
dos ventos
na harpa

nuvem
a comer na árvore
vazia que
desfolha a noite

raíz entrando
em orvalhos…

os silêncios sem poro

floresta que oculta
quem aparece
como quem fala
desaparece na boca

cigarra que estoura o
crepúsculo
que a contém

o beijo dos rios
aberto nos campos
espalmando em álacres
os pássaros

– e é livre
como um rumo
nem desconfiado…Manoel de Barros