Arquivos setembro 2016

TERÇA-FEIRA, 16 DE JUNHO DE 2015
CONCURSO DE POESIAS – MINHA ESCOLA

A presença da poesia nos currículos escolares é vital para se desenvolver as estruturas linguísticas, visto facilitar a produção e a compreensão de outros tipos de textos, uma vez que potencializa a articulação das ideias do indivíduo. Antes de tudo, é a transfiguração da realidade em expressão de beleza e de contemplação emocional. Com sua estrutura peculiar: versos, estrofes, ritmo, harmonia, rimas e conotações, a poesia é capaz de retratar em poucas palavras sensações, imagens, vontades e anseios. Ela é capaz de despertar a sensibilidade e os valores estéticos. Aprimora as emoções e aguça as sensações. Brinca com múltiplos significados, materializa o prazer, torna os alunos receptivos às manifestações de beleza.
Dada a importância de tal prática ser inserida no currículo escolar é que a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Aluízio Ferreira promoveu o 1º Concurso de Poesias com o tema: “Minha escola” que teve como objetivo a valorização da escola, bem como revelar novos talentos na produção textual, estimulando a produção literária.
O concurso foi dividido em três categorias:
Categoria I- 6º ano e 7º ano do Ensino Fundamental;
Categoria II- 8º ano e 9º ano do Ensino Fundamental;
Categoria III- 1º ano, 2º ano e 3º ano do Ensino Médio Regular e Seriado.
Dada a pouca participação nas categorias I e II, nessas tivemos apenas um texto selecionado.

Texto vencedor: Minha escola/ Minha escola é legal
Aluna:­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­ Aline dos Santos Simões da Silva
Curso: Ensino Fundamental
Turma: 6º Ano A
Professora orientadora: Jandira

CATEGORIA II

Texto vencedor: Minha escola/ Em um mundo onde o crime comanda
Aluna: Bruna Fonseca Tavares
Curso: Ensino Fundamental
Turma: 9º Ano A
Professora orientadora: Áurea

MINHA ESCOLA

Em um mundo onde o crime comanda,
o tráfico manda,
crianças não querem ser crianças.
Existe esperança em um lugar fascinante.

Muitos alunos não dão valor,
Têm esse lugar como refúgio,
Mas não o tratam com amor.

A escola pode ser o pesadelo de alguns,
esperança de muitos,
devemos ter força e dedicação,
pois quem estuda
tem o mundo na palma da mão.

Com giz, canetão, um professor
ensina com o coração.
Muitos não têm recursos.
Quem diz que uma aula divertida
precisa ter luxo?

O ensinar é difícil,

pois foi preciso aprender.

Eu amo minha escola,
tanto quanto amo meu lar.
Minha vida de estudante não é fácil,
por isso, tenho que me dedicar.