Eu

Eu me pego aqui sem era nem beira.
A procura de coerência,
Mas mergulhado em contradição.
A procura de um sentido nessa vida louca.
Nesse mundo cão,
vou sendo mais um na multidão,
vou sendo bala perdida sem, direção.
Vou sendo um ponto de interrogação
Tentando me achar,
Sou como um rio que deságua no mar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *