Arquivar dezembro 2019

Um pouco de História para vocês Poesia&Vida

anos do Estádio de Laranjeiras

Sede do Fluminense, primeira casa da Seleção e berço do futebol brasileiro. Inaugurado em 11 de maio de 1919, Laranjeiras completa seu centenário neste sábado. E o GloboEsporte.com relembra esta história através das fases do estádio

Reportagem de Felipe SiqueiraArte e Design: Tarso Moura e Claudio AssisDesenvolvimento: Ricardo Periago e Carlos Lemos08/05/2019 15h00

Quem desce o Túnel Santa Bárbara, no sentido zona sul, e passa pela Rua Pinheiro Machado talvez não saiba que ali havia uma arquibancada. O torcedor do Fluminense sabe. E quem olha o hoje simples muro de concreto que separa a rua do Estádio de Laranjeiras pode não ter a exata dimensão do protagonismo que o local teve na primeira metade do século XX.

Sede do Tricolor, casa da Seleção até a construção do Maracanã e primeiro estádio de porte do país, Laranjeiras pode ser chamado também de berço do futebol brasileiro. Além de grandes momentos do esporte, foi palco de importantes eventos culturais e políticos do país.

Inaugurado em 11 de maio de 1919, o estádio completa 100 anos neste sábado. E o GloboEsporte.com relembra fatos, curiosidades e o passado de glórias de um dos mais importantes cenários do futebol brasileiro no século XX.

1ª FASE – O CAMPO DA GUANABARA (PRÉ-1919)

1902 – Aquisição do terreno

Fundado em 1902, o Fluminense adquiriu no mesmo ano um terreno junto ao Banco da República na Rua da Guanabara, atual Pinheiro Machado, no bairro de Laranjeiras, para ser a sede do clube. O terreno foi nivelado no ano seguinte e, a partir de 1904, o clube passou a realizar jogos no local, que era conhecido como Campo da Rua Guanabara.

Foto: Acervo Flu Memória

1905 – Primeira arquibancada

Em 1905, o Fluminense construiu uma arquibancada em uma das laterais do campo, onde hoje se encontra a sede social do clube. O restante do campo era cercado.

Foto: Acervo Flu Memória

1915 – Arquibancadas ampliadas

Com o aumento do interesse do futebol na cidade, o Fluminense ampliou as arquibancadas lateralmente em 24 metros e colocou degraus de madeira na lateral oposta e atrás de um dos gols.

Foto: Acervo Flu Memória

2ª FASE – A CONSTRUÇÃO DO ESTÁDIO (1919)

A Confederação Sul-Americana de futebol escolheu o Brasil para sediar o Campeonato Sul-Americano de 1918, adiado para 1919 em razão de uma pandemia de gripe espanhola. Sem um estádio de porte para receber a competição, a federação brasileira da época recorreu ao Fluminense.

Foi construído, então, o Estádio de Laranjeiras (segundo o clube, o nome original é “de Laranjeiras” e não “das Laranjeiras” como ficou popularmente conhecido), com arquibancadas cercando o campo e capacidade para 18 mil pessoas. As obras foram financiadas por Arnaldo Guinle, presidente do clube na época, e por fundos levantados por sócios. Foi o primeiro estádio de concreto do país.

Foto: Acervo Flu Memória

O primeiro jogo

A inauguração ocorreu em 11 de maio de 1919, com o jogo entre Brasil e Chile, a estreia no Campeonato Sul-Americano. A partida terminou com goleada de 6 a 0 para a Seleção, que disputou todos os jogos no local e conquistou o título da competição. O primeiro gol do estádio foi marcado por Arthur Friedenreich.

Foto: Acervo Flu Memória

O primeiro título do Fluminense

Não demorou muito para o Fluminense conquistar seu primeiro título no estádio. Foi em 21 de dezembro de 1919. Pela primeira vez um Fla-Flu decidia o estadual. E o Tricolor goleou o arquirrival por 4 a 0 e sagrou-se tricampeão carioca.