Vivendo e Aprendendo

20 de novembro de 2021 0 Por Pedro Taunay Graça Couto

“Sou um branco que é africano;
um ateu não praticante;
um poeta que escreve prosa;
um homem que tem nome de mulher;
um cientista que tem poucas certezas na ciência;
um escritor numa terra de oralidade.”
#MiaCouto